31 agosto, 2017

Agosto 2017


Incluí Bitcoins no portfólio. Só tinha usado para remessas, mas a partir de agosto imaginei logo no início do mês fazer compras mensais. Comprei no dia 04, variação de 63%.

Com a divulgação maciça do Bitcoin feitas esse mês pelo Infomoney e Empiricus - desculpe-me por citar essa desgraça -  o volume e o spread nos mercados de bitcoins brasileiros foi para as alturas. Picos de 23%, loucura.

Essa política de compras mensais está condicionada a normalização desses spreads.

Como reserva de valor o Bitcoin está funcionando muito bem. Já como um sistema de pagamentos, como idealizado pelo paper original do Satoshi Nakamoto, não mesmo. As transações estão caras e lentas, o SegWit ainda não teve impacto nenhum. Nesse sentido o Bitcoin Cash está muito mais próximo do idealizado pelo Satoshi. Futuramente experimentarei remessas em altcoins.

Com essa subida forte dos bitcoins em agosto fiz duas remessas no mês com lucro. Uma foi para o ETF LON:CNYA, outra para manter cash na conta bancária para despesas em euros e dólar no cartão - sem IOF, sem dólar PTAX e sem spread :D

O LON:CNYA rendeu 3,74% desde a compra no dia 18, início melhor do que imaginava.

Fiz compras de algumas quinquilharias na Aliexpress - me peguei pensando pela primeira vez, sou acionista dessa bagaça :)

Em terra brasilis, aportes no PIBB11.

Agosto fechado com 7,8% e 20,75% no ano.













21 agosto, 2017

Novo ETF no exterior




Novo ETF na carteira no exterior: iShares MSCI China A UCITS ETF

Tenho pesquisado nos últimos tempos sobre a OBOR/BRI - One Belt One Road/Belt Road Initiative. A nova Rota de Seda:






BBC Our World 2017 China New Silk Road


Um grande projeto Chinês de infraestrutura logística, envolvendo ferrovias, portos, terminais, hidroelétricas e por aí vai. Tudo para facilitar o comércio com os países do seu entorno e com a Europa. Com isso projetar Soft Power na região.

Adicione as bases militares no mar do Sul da China, no oceano índico e no chifre da África. Temos também o Hard Power da China em ascensão.

Um exemplo de um dos múltiplos projetos da iniciativa é o CPEC - Corredor Econômico China Paquistão. Produtos do oeste Chinês podem agora ser escoados pela ferrovia que liga ao porto Paquistanês de Gwadar. A eficiência logística é gigante.




É uma aposta de longo prazo, além de uma participação pequena na carteira - o bom é que as cotas são baratinhas, bom para restos e sobras de outras alocações. 

Este ETF é baseado em um índice de empresas chinesas com projeção internacional, muitas estão envolvidas nos projetos da Obor/BRI.




Bem amplo, são quase 500 empresas. Um ponto negativo é a alta taxa de administração cobrada pela Blackrock para este ETF, 0,65% a.a.

Um detalhe interessante é que eu concentro meus ETFs na bolsa de Londres e no WebTrader da DeGiro este ETF só estava disponível nas bolsas da Suíça e de Frankfurt. Solicitei a DeGiro e prontamente eles disponibilizaram o LON:CNYA.




11 agosto, 2017

Remessa via bitcoins




Cada mercado de bitcoins tem sua cotação, não existe uma cotação global, isso é o maior empecilho para remessas.

Aqui você pode acompanhar as cotações dos mercados que negociam em reais:


Os mercados brasileiros estão no geral sempre com spread positivo em relação as cotações no exterior. Deve ter muita gente ganhando com essa arbitragem, fazendo o inverso do que proponho aqui.

Fiz funções no Google Sheets para acompanhar e comparar a cotação do bitcoin do Google Finance - é um bom indicador dos preços no exterior - com a cotação na NegocieCoins.

A NegocieCoins provê um feed JSON com as cotações em:


A função:

function NegocieCoins() {
  var feed = "https://broker.negociecoins.com.br/api/v3/btc/ticker";  
  var jsondata = UrlFetchApp.fetch(feed);  
  var object = JSON.parse(jsondata.getContentText());    
  return object.sell;
}

Comparo com googlefinance("btcbrl")

Quando o spread diminui é uma boa hora de compra. Trabalhe nas ordens de compra para baixar ainda mais o spread. 

A NegocieCoins vai cobrar 0,3% na compra, mais BTC 0,0008 fixos para a transferência de bitcoins para uma carteira externa. Você tem que levar em conta esses custos, além da arbitragem.

Como a cotação dos bitcoins tem subido sistematicamente, em alguns dias ou semanas depois da compra, no geral esses custos são absorvidos. É só ter paciência e esperar o momento certo.

Agora vem o achado. A Lykke, uma fintech na Suíça, que não cobra tarifas, nada, ZERO.

Passei um bom tempo acompanhando as presenças da Lykke no Reddit e no Slack, só observando até ganhar confiança.

Envio os bitcoins para o meu endereço de negociação da Lykke - você pode ter outras carteiras privadas na Lykke também. Lá compro euros com os bitcoins e transfiro para o N26, com uma transferência SWIFT. Tudo sem custos. A transferência SWIFT demora de 2 a 4 dias.

A jornada: Itaú iConta - TED em reais » NegocieCoins - retirada bitcoins » Lykke - SWIFT de euros » N26 - SEPPA de euros » DeGiro » ETFs 

O transferência dos bitcoins da NegocieCoins para a Lykke e a compra de euros é questão de minutos. Da Lykke para o N26 é que dura alguns dias. Do N26 para a Degiro mais 2 dias.

Com tranquilidade tenho conseguido que os recursos cheguem na Degiro sempre no positivo, graças ao bull market feroz nas cotações de bitcoins dos últimos tempos. Ou seja, não gasto nada com remessas e ainda saio com pequenos lucros. Só não pode passar do limite de R$ 35.000,00 mensais, senão você terá que pagar imposto sobre ganho de capital na venda dos bitcoins no exterior.

Update:

Um texto introdutório muito bom em inglês sobre Bitcoins escrito por Ben Yu:

https://medium.freecodecamp.org/cryptocurrency-101-7197684775fd

10 agosto, 2017

Julho 2017



Fechamento de Julho:





Nenhuma alteração na carteira. Aportes no BVMF:PIBB11 e LON:IWDA.

Fiz algumas remessas para a Degiro via bitcoins. Com custos apenas no Brasil e zero na Europa. Com a valorização incessante do bitcoin nos últimos tempos, as remessas ainda dão lucro. Explicarei em post separado amanhã.

Minha correria pessoal deu uma acalmada. Voltarei a dar a atenção devida aos posts e comentários.