18 abril, 2017

Alocações e Mercados no Exterior



Aqui estão os tamanhos relativos dos mercados globais. Metade da bagaça vão para os Estados Unidos. O Brasil entra nos 12% dos "Emerging Markets".

Concluí a alocação no exterior em 4 ETFs: CSPX (S&P500), CSX5 (Euro Stoxx 50), EIMI (MSCI EM IMI) e IWDA (MSCI World). Todos na London Stock Exchange. Todos pela corretora DeGiro.

De agora em diante vou balancear entre eles, tentando replicar a exposição à imagem acima. Levarei em conta a sobreposição do CSPX (large-cap) e do IWDA (large/mid-cap).

Pendente para avaliação futura - desdobramentos do Brexit: CUKX (FTSE-100)



















5 comentários:

  1. Pô, cabeça, a minha exposição vai ser bem parecida.
    O EIMI estou de olho, achei muito legal a exposição em Emerging Markets, é 0,3% de taxa de administração não? Cumulativo também.
    Pensei ainda naquele com exposição em Austrália, Nova Zelândia e HK (CPJX ou algo parecido).
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá Bogle,

    Se você pegar 2 índices, um de mercado desenvolvido e outro de emergente, já preenche o mundo, vamos assim dizer.

    O primeiro seguiria o índice MSCI World e o segundo o MSCI Emerging Markets.

    Abçs!

    ResponderExcluir
  3. Olá Bogle!

    Vendo seu post me deu a ideia de criar uma carteira simulada com esses ETFs e ver como eles se comportam...

    Alias, parabéns pelas aquisições!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Bogle,

    Tô na mesma linha acrescentando o CPXJ, CSPXJ e de olho no ISAC. O EIMI tô olhando há um tempo e essa semana deu uma boa recuada mas o preço é bem alto né.

    Vamos seguindo de olho!

    Abraço!

    ResponderExcluir