18 novembro, 2017

Remessa via bitcoins vetadas pelo BC




No último dia 16, um Banco Central do Brasil soltou um comunicado esclarecendo o veto do uso de bitcoins para remessas.



6. É importante ressaltar que as operações com moedas virtuais e com outros instrumentos conexos que impliquem transferências internacionais referenciadas em moedas estrangeiras não afastam a obrigatoriedade de se observar as normas cambiais, em especial a realização de transações exclusivamente por meio de instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil a operar no mercado de câmbio.

 Lançou também um FAQ sobre moedas virtuais:

 7) É permitido realizar transferência internacional utilizando “moedas virtuais”?

Não. Transferências internacionais devem ser feitas por instituições autorizadas pelo Banco Central a operar no mercado de câmbio, que devem observar as normas cambiais.


A base legal é a Circular 3.691 de 2013.

Acabou-se o que era doce! :)



09 novembro, 2017

Outubro 2017 - Novo ETF LON:IEAA



Fiz três remessas para o N26, usando bitcoins esse mês. Todas com lucro. Uma delas usando o cartão de crédito, como descrito no post anterior. No dia que paguei a fatura do cartão, os R$ 500,00 valiam em valores atualizados R$ 503,72.

Outro mês de boa rentabilidade:



Meu portfólio de ETFs:




O destaque para o LON:CNYA que continua com ótima rentabilidade.

A novidade é o LON:IEAA, um ETF de títulos privados europeus com investment grade. Estou acumulando recursos para a viagem do próximo ano nele.

O portfólio de FIIs e a rentabilidade no mês.



Sobre as prometidas postagens sobre segurança e a pasta da morte, comprei alguns soluções na China e estou esperando chegar para divulgar. As encomendas internacionais estão presas no buraco negro de Curitiba. Nos próximos dias vou publicar a primeira parte de segurança sobre senhas e tokens 2FA.


23 outubro, 2017

Comprei Bitcoins e transformei em Euros, sem dinheiro!


Sexta-feira, 20 de outubro, contas bancárias sem recursos para investimentos.

Leio sobre a estreia de um novo mercado de Bitcoins no Brasil: BitcoinTrade



Criei o meu usuário, com grande curiosidade para saber como funcionava o depósito via cartão de crédito que vi como uma das grandes novidades.

Taxa de serviço de 3,69%. Muito caro, pensei. Mas fiquei vendo as outras funcionalidades e recursos. De repente me dei conta que a cotação estava a R$ 17.850,00, enquanto a cotação no exterior R$ 19.250,00.

Sem pestanejar, tasquei R$ 500,00 no cartão de crédito, o limite máximo para uma nova conta.

Transferi para a Lykke e converti para € 135,01. Equivalentes a R$ 508,00, no final da operação.

Remessa instantânea com lucro, sem dinheiro :D




16 outubro, 2017

Setembro 2017


Mês sem aportes. Mas por um motivo justo, comprei passagens para uma viagem com a família em abril de 2018, com destino à China e ao Japão, com uma parada em Nova York.




Já comecemos Nova York e o Japão. Mas matarei um item importante da minha bucket list nessa viagem. A China será a grande novidade e onde passaremos mais tempo.

Apenas reinvestimento dos rendimentos dos FIIs, no MXRF11.

Mais um mês com boa rentabilidade, graças a boa valorização da B3.





Passei o mês fazendo uma revisão geral dos meus procedimentos com relação a segurança da informação. Trabalhando com várias corretoras em múltiplos países, diversas senhas, dispositivos,  tokens de acesso, etc. Escreverei um post sobre as providências que tomei neste aspecto.

Também estou organizando a pasta da morte. Uma pasta com orientações para minha família saber o que fazer se eu morrer repentinamente, ter ciência das contas, wallets, dados de acesso, etc. É uma trabalheira enorme fazer e manter atualizado. Estou pesquisando ferramentas para facilitar o trabalho. Envelopes, pastas, malas, pequenos cofres a prova d'água e fogo. Coisas desse tipo.

Pesquisando também sobre como abrir conta corrente e de investimentos em Hong Kong para diversificação geográfica - fará parte da viagem também. Várias opções, mas sempre em busca dos menores custos. Quando consolidado darei mais informações.

Tenho pesquisado muito sobre a China, já estou convicto que eles voltarão a ser o centro do mundo. Já comecei os estudos de Mandarin :D

Para quem acha que a China ainda é um país comunista, recomendo a palestra de Eric Li na conferência TED.

Além desse vídeo no youtube: China MegaProjects


再見 - Zài jiàn


31 agosto, 2017

Agosto 2017


Incluí Bitcoins no portfólio. Só tinha usado para remessas, mas a partir de agosto imaginei logo no início do mês fazer compras mensais. Comprei no dia 04, variação de 63%.

Com a divulgação maciça do Bitcoin feitas esse mês pelo Infomoney e Empiricus - desculpe-me por citar essa desgraça -  o volume e o spread nos mercados de bitcoins brasileiros foi para as alturas. Picos de 23%, loucura.

Essa política de compras mensais está condicionada a normalização desses spreads.

Como reserva de valor o Bitcoin está funcionando muito bem. Já como um sistema de pagamentos, como idealizado pelo paper original do Satoshi Nakamoto, não mesmo. As transações estão caras e lentas, o SegWit ainda não teve impacto nenhum. Nesse sentido o Bitcoin Cash está muito mais próximo do idealizado pelo Satoshi. Futuramente experimentarei remessas em altcoins.

Com essa subida forte dos bitcoins em agosto fiz duas remessas no mês com lucro. Uma foi para o ETF LON:CNYA, outra para manter cash na conta bancária para despesas em euros e dólar no cartão - sem IOF, sem dólar PTAX e sem spread :D

O LON:CNYA rendeu 3,74% desde a compra no dia 18, início melhor do que imaginava.

Fiz compras de algumas quinquilharias na Aliexpress - me peguei pensando pela primeira vez, sou acionista dessa bagaça :)

Em terra brasilis, aportes no PIBB11.

Agosto fechado com 7,8% e 20,75% no ano.













21 agosto, 2017

Novo ETF no exterior




Novo ETF na carteira no exterior: iShares MSCI China A UCITS ETF

Tenho pesquisado nos últimos tempos sobre a OBOR/BRI - One Belt One Road/Belt Road Initiative. A nova Rota de Seda:






BBC Our World 2017 China New Silk Road


Um grande projeto Chinês de infraestrutura logística, envolvendo ferrovias, portos, terminais, hidroelétricas e por aí vai. Tudo para facilitar o comércio com os países do seu entorno e com a Europa. Com isso projetar Soft Power na região.

Adicione as bases militares no mar do Sul da China, no oceano índico e no chifre da África. Temos também o Hard Power da China em ascensão.

Um exemplo de um dos múltiplos projetos da iniciativa é o CPEC - Corredor Econômico China Paquistão. Produtos do oeste Chinês podem agora ser escoados pela ferrovia que liga ao porto Paquistanês de Gwadar. A eficiência logística é gigante.




É uma aposta de longo prazo, além de uma participação pequena na carteira - o bom é que as cotas são baratinhas, bom para restos e sobras de outras alocações. 

Este ETF é baseado em um índice de empresas chinesas com projeção internacional, muitas estão envolvidas nos projetos da Obor/BRI.




Bem amplo, são quase 500 empresas. Um ponto negativo é a alta taxa de administração cobrada pela Blackrock para este ETF, 0,65% a.a.

Um detalhe interessante é que eu concentro meus ETFs na bolsa de Londres e no WebTrader da DeGiro este ETF só estava disponível nas bolsas da Suíça e de Frankfurt. Solicitei a DeGiro e prontamente eles disponibilizaram o LON:CNYA.




11 agosto, 2017

Não faça remessas via bitcoins


ATENÇÃO ESSE POST ESTÁ OBSOLETO! Em comunicado do dia 16 de novembro de 2017, o Banco Central do Brasil, deixou claro o veto do uso de moedas virtuais para remessas:

Leia o post abaixo:

https://cabecadebogle.blogspot.com.br/2017/11/remessa-via-bicoins-vetadas-pelo-bc.html









Cada mercado de bitcoins tem sua cotação, não existe uma cotação global, isso é o maior empecilho para remessas.

Aqui você pode acompanhar as cotações dos mercados que negociam em reais:


Os mercados brasileiros estão no geral sempre com spread positivo em relação as cotações no exterior. Deve ter muita gente ganhando com essa arbitragem, fazendo o inverso do que proponho aqui.

Fiz funções no Google Sheets para acompanhar e comparar a cotação do bitcoin do Google Finance - é um bom indicador dos preços no exterior - com a cotação na NegocieCoins.

A NegocieCoins provê um feed JSON com as cotações em:


A função:

function NegocieCoins() {
  var feed = "https://broker.negociecoins.com.br/api/v3/btc/ticker";  
  var jsondata = UrlFetchApp.fetch(feed);  
  var object = JSON.parse(jsondata.getContentText());    
  return object.sell;
}

Comparo com googlefinance("btcbrl")

Quando o spread diminui é uma boa hora de compra. Trabalhe nas ordens de compra para baixar ainda mais o spread. 

A NegocieCoins vai cobrar 0,3% na compra, mais BTC 0,0008 fixos para a transferência de bitcoins para uma carteira externa. Você tem que levar em conta esses custos, além da arbitragem.

Como a cotação dos bitcoins tem subido sistematicamente, em alguns dias ou semanas depois da compra, no geral esses custos são absorvidos. É só ter paciência e esperar o momento certo.

Agora vem o achado. A Lykke, uma fintech na Suíça, que não cobra tarifas, nada, ZERO.

Passei um bom tempo acompanhando as presenças da Lykke no Reddit e no Slack, só observando até ganhar confiança.

Envio os bitcoins para o meu endereço de negociação da Lykke - você pode ter outras carteiras privadas na Lykke também. Lá compro euros com os bitcoins e transfiro para o N26, com uma transferência SWIFT. Tudo sem custos. A transferência SWIFT demora de 2 a 4 dias.

A jornada: Itaú iConta - TED em reais » NegocieCoins - retirada bitcoins » Lykke - SWIFT de euros » N26 - SEPPA de euros » DeGiro » ETFs 

O transferência dos bitcoins da NegocieCoins para a Lykke e a compra de euros é questão de minutos. Da Lykke para o N26 é que dura alguns dias. Do N26 para a Degiro mais 2 dias.

Com tranquilidade tenho conseguido que os recursos cheguem na Degiro sempre no positivo, graças ao bull market feroz nas cotações de bitcoins dos últimos tempos. Ou seja, não gasto nada com remessas e ainda saio com pequenos lucros. Só não pode passar do limite de R$ 35.000,00 mensais, senão você terá que pagar imposto sobre ganho de capital na venda dos bitcoins no exterior.

Update:

Um texto introdutório muito bom em inglês sobre Bitcoins escrito por Ben Yu:

https://medium.freecodecamp.org/cryptocurrency-101-7197684775fd